segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

O olhar da inocência



Estou na sala de espera do laboratório...aguardando o resultado de exames de rotina.

Meu pensamento voa longe...penso em muitas coisas e penso em nada ao mesmo tempo.
Na minha frente, um aparelho de TV...imagens que nem percebo...

Sem querer, reparo no menino à minha frente....ri e dá tchauzinhos para a TV....volto o olhar e vejo o “Louro José” na tela...e o menino completamente fascinado pela imagem....seus olhinhos brilham e seu rosto se ilumina a cada palavra do boneco-papagaio...

Ao lado do menino vejo uma mulher, possivelmente a mãe....bonita...mas com a beleza visivelmente doente...tem os olhos fixos, perdidos no vazio e não repara no menino, que chama a sua atenção para as gracinhas do personagem da TV.

O menino se agita, levanta e senta, ri e fica hipnotizado, prestando muita atenção no programa....o papagaio manda beijos e ele repete o gesto...acena com a mãozinha e fala com o papagaio....seu olhar é de alegria....é o seu momento de felicidade.

Sinto um misto de emoções....ternura pelo menino...e um aperto no peito pela mãe...dois olhares tão diferentes...

O olhar adulto é opaco e distante....angustiado!
O olhar infantil é cintilante e atento....feliz!

No mesmo instante...dois momentos....dois sentimentos....

A alma se reflete no olhar!

By Lia
......02/2008
Postar um comentário