sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Quase nada....


Hoje me olhei...e me vi!
Me vi...e não me reconheci!
Quem é essa mulher, que me olha no espelho?

Procuro lembrar quando foi que abandonei minha cesta de sonhos e tento encontrar o momento em que me desprendi da menina alegre...acho que foi quando passei por labirintos estreitos, andei por caminhos tortuosos e atravessei túneis escuros....foi quando esqueci como é maravilhoso viajar nas asas de borboletas coloridas...ou quando desisti de abrir janelas ensolaradas e ignorei os campos floridos!

Mas, eu ainda ouço a menina, lá dentro de mim, seu lamento é quase um sussurro, um pedido de socorro...tão frágil...um quase nada.
♥Lia♥
Postar um comentário