quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Rosto Verdadeiro

E, quase sempre, o homem nasce, vive e morre sem ter contemplado jamais o seu rosto verdadeiro, e sem ter jamais conhecido seu nome eterno.
Nelson Rodrigues
Postar um comentário