domingo, 8 de fevereiro de 2009

Esperança...


Esperança:
Que haja olhos para acolher o luar, e que eles adivinhem as formas que se escondem nas nuvens, e os ventos brinquem com as pipas.
Mas é preciso que os rituais e os sacramentos da morte sejam enterrados e os seus sacerdotes aprendam os risos da vida.
O mundo é muito belo.
É preciso que ele continue...
Rubem Alves
Postar um comentário